segunda-feira, 06 março 2017 08:57

O Próximo Motor de Crescimento Económico

Written by
Rate this item
(2 votes)

Com a chegada da Revolução Industrial 4.0, os Estados e as organizações têm a oportunidade de combater e potencialmente reverter a desaceleração da produtividade difundindo e adotando a tecnologia de escala.


Em tecnologias convergentes e em rápida evolução para a produção, o crescimento acelerado e a maturidade estão a ter lugar a uma velocidade nunca antes vista. Os últimos desenvolvimentos da internet das coisas (IoT) permitem conectar e rastrear o desempenho dos ativos em tempo real, bem como integrar processos de produção e consumo. A inteligência artificial, que desde 2015 alcançou o reconhecimento de imagem e fala no nível do cérebro humano, pode processar grandes quantidades de dados que as fábricas recolhem para aumentar a eficiência e facilitar a tomada precisa de decisões.

Robots avançados e os computadores podem realizar uma série de atividades físicas de rotina e também cada vez mais atividades que exijam capacidades cognitivas, como julgamentos tácitos ouemoções. De acordo com o McKinsey Global Institute, mais de 60% de todas as atividades de produção fabril podem ser automatizadas com a tecnologia de automação atual.
Estas mudanças estão a permitir um futuro de produção caracterizado por fábricas autónomas e auto-organizadas e sistemas de produção integrados ou hiperconectados. Empresas de manufatura, fornecedores e clientes acabarão ligados numa plataforma comum de IoT. A tecnologia, por sua vez, permitirá ao colaborador e ao gerente da fábrica, com um terço das tarefas quase totalmente automatizadas, mudar o foco da execução de tarefas repetitivas e ineficientes para a inovação.

As tecnologias da Revolução Industrial 4.0 irão gerar um crescimento inclusivo e trarão benefícios para além das quatro paredes da fábrica.
No entanto, o potencial total de produção de tecnologia, quando adotado em escala, ainda está longe de ser explorado. Enquanto várias empresas pioneiras elogiam o impacto positivo da tecnologia, a adoção continua lenta e limitada em todos os setores da indústria. As organizações industriais ainda estão no início e em alguns casos debatem-se com a incapacidade de ir além do estágio piloto. A maioria está presa no “estado piloto”, onde a tecnologia é implantada experimentalmente em escala reduzida por um período prolongado devido à incapacidade ou falta convicção de lançá-lo na escala do sistema de produção.

Para maximizar os ganhos potenciais em produtividade trazidos pela tecnologia, as empresas devem passar de pilotos a adotar a tecnologia em escala, através de múltiplas instalações de produção e através de cadeias de valor relevantes. Os governos precisam desenvolver o conjunto correto de políticas e protocolos para facilitar a disseminação e a adoção de tecnologia em nível nacional.Além disso, a cooperação internacional e as parcerias público-privadas devem ajudar a elevar a produtividade para que esta possa beneficiar a economia global.

Para uma informação mais detalhada siga esta ligação.

Read 32 times Last modified on quarta-feira, 07 agosto 2019 14:42

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

OS AI AWARDS

Os Artificial Intelligence Awards 2019 têm como objectivo distinguir as pessoas, organizações e produtos/serviços que têm marcado o desenvolvimento da Inteligência Artificial na resolução de problemas reais.

Com a maior implementação destes mecanismos, torna-se fundamental conhecer, investigar a partilhar as diferentes abordagens e casos de sucesso.

 

 

Contacte-nos

Morada: Avenida Luis Bivar 73, 2º dt

Telefone: +351 215 953 093

Email: info@awards-ai.com

Website: www.awards-ai.com

Seja o Primeiro a Saber

Preencha o formulário e receba todas as novidades
© 2019 AI AWARDS All Rights Reserved.